Natal(RN), Quinta-Feira, 25 de Agosto de 2016

    agosto25

    Preços de alimentos podem subir por concorrência com mercado externo, diz ministro

    Ao anunciar hoje (24) um plano para desburocratização do agronegócio, o governo reconheceu que o eventual aumento da demanda externa por produtos brasileiros pode fazer com que as mercadorias fiquem mais caras para o consumidor no mercado interno. Apesar do risco, no entanto, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, disse que esse efeito seria menos danoso para a economia do que uma eventual inflação por falta de produtos, que o país pode enfrentar caso não elimine dificuldades no setor agropecuário.

    Lançado nesta quarta-feira no Palácio do Planalto para reduzir a burocracia e dar mais condições para o agronegócio conquistar mercado no exterior, o Plano Agro + prevê medidas como a facilitação de inspeções em portos, regras mais simples para a rotulagem de produtos de origem animal e para a certificação fitossanitária, e até o aumento da temperatura estipulada para o congelamento de carne suína, o que pode levar a uma redução dos gastos com energia.

    Trocar carne por frango

    Segundo Maggi, os reflexos de uma maior participação dos produtos brasileiros no mercado internacional podem incluir a alta do preço desses produtos nas prateleiras dos supermercados brasileiros. É o caso, inclusive, da carne, que pode subir de preço no Brasil em consequência da recente abertura do mercado dos Estados Unidos para o comércio do produto in natura.

    ´A questão das carnes vai seguir o mesmo caminho. Se o Brasil quer ser um país aberto e participante do mercado internacional, em determinados momentos seremos penalizados. Não tenho dúvida disso. Mas em outros momentos seremos beneficiados´, ponderou.

    Segundo o ministro, ´a política já demonstrou que controle de preços não é um bom caminho para a sociedade andar´. Maggi, no entanto, diz que há outras saídas para o consumidor se esquivar de eventuais aumentos. ´Se subir o preço da carne bovina, temos frango e suínos para fazer substituições. É nesse caminho que vamos deixar o mercado andar.´

    Maggi diz não se preocupar com o efeito desses aumentos sobre os índices de inflação.

    ´Não tenho essa preocupação. O que preciso olhar é para o futuro. Por exemplo, nesse ano as margens dos produtores de frangos e suínos está muito ruim. Se eles olharem só o mercado desse ano, muito provavelmente disponibilizarão, no ano que vem, um alojamento menor de matrizes. Consequentemente, teríamos uma oferta menor de aves e suínos no futuro. Portanto, se não os estimularmos, ano que vem teremos oferta menor. Aí teremos uma inflação não por problemas de preços internacionais, mas uma inflação por falta de produtos´, argumentou. (Agência Brasil) 

    publicidade
    ide

    agosto25

    Homicídios dobram no Nordeste em 10 anos

    Dados do Mapa da Violência mostram que, enquanto a taxa de homicídios por armas de fogo na região sudeste caiu 41,4% entre 2004 e 2014, na região nordeste o índice dobrou. Segundo o estudo, o crescimento do índice na maior parte dos estados do nordeste, em um curto período, aconteceu porque os governos tiveram que enfrentar uma pandemia de violência para a qual estavam ´pouco e mal preparados´.

    O Mapa da Violência compõe uma série de estudos realizados pelo pesquisador Julio Jacobo Waiselfisz, desde 1998, tendo como temática a violência no Brasil. Waiselfisz é vinculado à Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), organismo internacional e intergovernamental autônomo, fundado em 1957 pelos estados latino-americanos, a partir de uma proposta da Unesco, órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Educação, a Ciência e a Cultura.

    Conforme o estudo, a taxa média de homicídios por armas de fogo no nordeste, em 2014 foi 32,8 por 100 mil habitantes, bem acima da taxa da região que vem imediatamente a seguir, Centro-Oeste, com 26 por 100 mil habitantes e um aumento de 39,5% entre 2004 e 2014. 

    publicidade
    DNA Center

    agosto25

    Frango Vivo: Com final do mês, mercado segue com preços estáveis

    As cotações para o frango vivo seguiram com estabilidade nesta quarta-feira (24). Nos últimos dias, o mercado tem trabalhado sem grandes movimentações, após registrar recuperação no início de agosto. Em Minas Gerais, as cotações seguem em R$ 3,45/kg e São Paulo a R$ 3,25/kg.

    O cenário é esperado pelo setor, devido ao período do mês, em que a procura pelas proteínas é tipicamente menor, segundo explica o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias. ´Os preços se mantiveram mesmo com a reposição mais lenta do mercado. Para a próxima semana a tendência também é de estabilidade nas cotações´, comenta.

    Além disto, as exportações vêm mantendo bom ritmo, mas abaixo das expectativas do mercado até o momento. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em 15 dias úteis foram exportados 231,3 mil toneladas.

    A média diária foi de 15,8 mil toneladas, que representa avanço de 0,7% nos embarques de julho, enquanto que em comparação com o ano passado há um recuo de 6,1% no volume por dia. Em receita, a soma é de US$ 380,8 milhões, sendo que o valor por tonelada é de US$ 1.646,4. 

    publicidade
    escola_escritorio

    agosto25

    Artistas internacionais lançam carta contra impeachment de Dilma

    Um grupo de artistas e intelectuais divulgou, nesta quarta-feira (24), uma carta pública a favor da continuidade do mandato da presidente afastada Dilma Rousseff, O documento, que tem 22 signatários, diz apoiar a ´democracia em todo o Brasil´. As informações são do jornal Zero Hora.

    Entre as personalidades que assinam o documento, estão o cineasta Oliver Stone, o ator e diretor Danny Glover e o ator Viggo Mortensen. A carta condena o gabinete de ministros do presidente interino Michel Temer, denunciando falta de diversidade.

    ´Lamentamos que o governo interino no Brasil tenha substituído um ministério diversificado, dirigido pela primeira presidente mulher, por um ministério compostos por homens brancos, em um país onde a maioria se identifica como negros ou pardos´, diz parte da nota.

    Os artistas também questionam as justificativas para o afastamento definitivo de Dilma e relembra os casos de corrupção em que os senadores e deputados que apoiam o impeachment estão envolvidos.

    ´A base jurídica para o impeachment em curso é amplamente questionável e existem evidências convincentes mostrando que os principais promotores da campanha do impeachment estão tentando remover a presidenta com o objetivo de parar investigações de corrupção nas quais eles próprios estão implicados´, afirma o texto.

    A carta termina com um apelo aos senadores que iniciam julgamento no próxima quinta-feira (25). ´Esperamos que os senadores brasileiros respeitem o processo eleitoral de 2014, quando mais de 100 milhões de pessoas votaram. O Brasil emergiu de uma ditadura há apenas 30 anos, e esses eventos podem atrasar o progresso do país em termos de inclusão social e econômica por décadas´, termina. 

    publicidade
    ide

    agosto25

    Ezequiel Ferreira requer a recuperação de estradas para o Agreste e Trairi

    O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), solicitou ao Governo do Estado a recuperação do trecho rodoviário da RN-002, que liga os municípios de Monte Alegre a Brejinho, na região Agreste, e a realização de um convênio entre o município de São José do Campestre com o Governo do Estado para pavimentação e drenagem da avenida Getúlio Vargas, na cidade de São José do Campestre, na região Trairi.

    ´As solicitações respondem às necessidades dos moradores de São José do Campestre, Monte Alegre e Brejinho. No caso da pavimentação e drenagem da Avenida Getúlio Vargas serão 3 mil famílias beneficiadas e a recuperação da RN-002 irá revitalizar o principal escoamento da produção entre os municípios de Monte Alegre e Brejinho´, salienta Ezequiel Ferreira de Souza.

    A falta de pavimentação e drenagem em ruas urbanas prejudica e dificulta o tráfego e o acesso dos moradores. Na Avenida Getúlio Vargas, em São José do Campestre, vem a ser a principal via do centro da cidade e de acesso para os loteamentos 2.000 e Monte Santo.

    Na RN-002 a quantidade de buracos têm dificultado a condução dos motoristas. Evitar acidentes tem sido uma constante no trecho. ´Urge a necessidade para que o Departamento de Estradas e Rodagens (DER/RN) inicie a recuperação desse trecho na RN-002, onde escoa a economia do Agreste do Estado´, acrescenta Ezequiel Ferreira de Souza. 

    publicidade
    Agronorte

    agosto25

    Terremoto na Itália deixa pelo menos 247 mortos e 368 feridos

    Um terremoto de 6 graus na escala Richter atingiu na madrugada desta quarta-feira (24) o centro da Itália e matou pelo menos 247 pessoas e deixou outras 368 feridas, segundo o novo balanço divulgado pelo Departamento de Proteção Civil da Itália, anunciado pela CNN nesta quinta-feira (25). A informação foi confirmada pela ANSA, agência nacional.

    Contudo, muitas pessoas ainda estão debaixo de escombros, e o balanço de vítimas deve se agravar nas próximas horas. O tremor foi registrado às 3h36 (hora local), com epicentro a 2 km da cidade de Accumoli, situada a 145 km de Roma, onde o sismo também foi sentido.

    Seu hipocentro - ponto onde se origina um terremoto - ocorreu a apenas 4 km de profundidade. Às 4h32 e 4h32, duas réplicas foram percebidas, uma nas proximidades de Norcia, na região da Úmbria, e outra em Castelsantangelo sul Nera, em Marcas. Nestes casos, o hipocentro foi a 8 e 9 km de profundidade, respectivamente.

    ´É um drama, metade da cidade não existe mais´, declarou o prefeito Sergio Pirozzi. Para piorar, o próprio hospital municipal não está em condições de ser usado. ´A situação é dramática, muitas pessoas estão sob os escombros´, acrescentou. Os feridos recebem os primeiros socorros na rua e depois são transferidos de ambulância para Rieti, a 60 km de distância.

    O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, afirmou que ´os feridos foram levados para fora de Amatrice e Accumoli com helicópteros e ambulâncias. Foram 368 somente nesta manhã´, informou Renzi.

    ´Há alguns problemas para o reconhecimento dos corpos, mas estamos trabalhando nisso´. A declaração de Renzi foi dada em em Rieti, uma das províncias mais afetadas pelo abalo sísmico, onde o premier também destacou que será preciso um ´longo período de gestão´ para lidar com a emergência provocada pelo terremoto. ´A emergência demandará um longo período de gestão. Deveremos estar, todos, à altura deste desafio´, disse. Com informações da ANSA. 

    publicidade
    ide

    agosto25

    Projeto de Emenda quer congelar salário de políticos por cinco anos

    Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) feita pelo deputado federal Roberto de Lucena (PV-SP) quer congelar o salário dos políticos por cinco anos. A proposta congela os salários de todos os detentores de mandato eletivo, nas três esferas de governo, pelos próximos cinco anos.

    Segundo o parlamentar, o aumento do subsídio para deputados federais e senadores ocasiona o efeito cascata aos demais agentes públicos da esfera estadual e municipal. Até agora, 40 parlamentares apoiaram a PEC, que precisa ter pelo menos 171 assinaturas para ser apresentada. 

    publicidade
    Assembleia RN

    agosto25

    Primeira parcela do 13º salário começa a ser paga hoje a beneficiários do INSS

    Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem um salário mínimo e têm cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito, começam a receber hoje (25) a primeira parcela do décimo terceiro salário.

    Tem direito ao décimo terceiro quem recebeu, durante o ano, benefício previdenciário como aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Os pagamentos serão feitos até o dia 8 de setembro. A segunda parcela será paga em novembro.

    Os beneficiários do INSS chegaram a ter a antecipação do benefício ameaçada pelo ajuste fiscal, mas após negociações com centrais sindicais e associações de aposentados e pensionistas, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, anunciou, no fim de junho, que o adiantamento estaria garantido. A antecipação de 50% do décimo terceiro salário aos beneficiários do INSS é feita desde 2006. 

    agosto24

    Após fugir de agressões, brasileira dorme há 4 dias em metrô de Paris

    Assustada, grávida e dormindo há quatro dias em uma estação de metrô em Paris. Esse é o caso de uma jovem amapaense de 20 anos que estaria fugida do ex-companheiro de nacionalidade francesa após acusá-lo de agressões e cárcere privado no país europeu. Em Macapá, a mãe da jovem, Elizane Barros, de 37 anos, percorre órgãos públicos e polícia em busca de ajuda para a filha.

    Na terça-feira (23), Elizane foi até o Ministério Público Federal (MPF) pedir apoio. A mãe contou o drama da filha e mostrou imagens de conversas pelo celular em que a jovem conta as supostas agressões sofridas pelo namorado. A dona de casa acusa o homem de aliciar mulheres no Amapá para levar até Paris, engravidá-las e assim garantir um benefício social pago pelo governo francês.

    A mãe chora ao lembrar da filha e teme pela segurança dela, pois o companheiro a teria ameaçado. ´Mesmo sabendo que ela não podia engravidar, ele pagou um tratamento para ela ter o bebê e receber um auxílio do governo. Ela vivia trancada em casa, só saía do quarto para comer e ainda era agredida. Muito triste para uma mãe ouvir isso´, desabafou.

    Desesperada, a dona de casa relata o drama que vive ao conversar diariamente com a filha pelo celular. A jovem deixou a casa dos pais em Santana, a 17 quilômetros de Macapá, em dezembro de 2015 após conhecer o francês pela internet. De acordo com Elizane, o homem veio até a casa da família e pediu a permissão para o relacionamento. Ele teria custeado toda a viagem.

    ´Eles se conheceram pela internet. Ele veio aqui em julho do ano passado conhecer a família, e passou dois meses aqui [Santana]. E nesses dois meses tirou passaporte, comprou telefone para ela e começou a iludir. Aconselhei ela a não ir, mas sabe como é jovem, ela já tinha mais de 18 anos e não podia mais obrigá-la a ficar em casa´, relembra.

    O drama da filha teria começado assim que chegou em Paris, mas a mãe diz que só descobriu as supostas agressões em abril de 2016, quatro meses após a mudança. A jovem teria aproveitado a ida do companheiro ao trabalho para fugir. ´Ela chegou a encontrar abrigo na casa de uma idosa na cidade de Rennes, mas ao perceberem que ela estava grávida, ela foi expulsa do local´, contou. Nas últimas ligações, a jovem teria dito à mãe que procurou a embaixada brasileira na França e denunciou o caso também para a polícia, mas teria sido orientada a retornar para a casa do companheiro pelas duas instituições.

    O Palácio do Itamaraty informou desconhecer qualquer tratamento indevido, e que o caso da jovem é de ´emergência´, e o auxílio a ela será prestado de forma imediata assim que a amapaense for até a embaixada em Paris. Passando fome e grávida de quatro meses, a jovem não realizou exames de pré-natal e corre o risco de perder o bebê, segundo a mãe, que conta que a filha sofre de útero hipoplástico, quando o órgão não se desenvolve totalmente. A família também não teria condições de pagar uma passagem para ela voltar ao Brasil.
    Risco de assédio

    Pessoas próximas à jovem contaram à Elizane que o francês estaria assediando outra jovem no Amapá para morar em Paris sob as mesmas condições, principalmente para engravidar. A mãe suspeita que o ex-companheiro da filha alicia as mulheres para terem filhos e receberem um auxílio financeiro do governo francês.

    Elizane Barros aguarda o retorno do MPF que informou que vai solicitar informações sobre o caso para a embaxada brasileira na França. A mãe foi orientada a pedir que a filha busque ajuda novamente no órgão. (G1) 

    agosto24

    Quer emagrecer? Coma doces no café da manhã

    Tem gente que se esforça horrores para emagrecer: passa a comprar tudo na versão light, deixa de comer doces. Aí sofre um monte com as restrições. O pior é quando o resultado não vem… Mas, fiquem vocês sabendo, esse pessoal está fazendo tudo errado. Para quem quer mesmo emagrecer, a ciência dá uma dica deliciosa: coma doces no café da manhã.

    Uma equipe de médicos israelenses, da Universidade de Tel Aviv, separou 193 pacientes obesos em dois grupos: um teria de comer um café da manhã moderado, com 300 calorias, enquanto o outro poderia consumir o dobro de calorias – com direto a uma sobremesa. Mas, no fim do dia, todos comeriam a mesma quantidade de calorias.

    Oito meses depois do início da dieta, cada participante já tinha perdido 15 quilos. Mas, nos outro oito meses seguintes, o grupo que comia doce pela manhã se deu melhor: eles PERDERAM mais 6,8 quilos, enquanto os outros GANHARAM 10 quilos. Ou seja, ao final do regime, quem comeu uma sobremesa logo cedo conseguiu perder mais de 20 quilos. Já aqueles que abandonaram os doces emagreceram 5 míseros quilos.

    ´Os participantes da dieta com pouco carboidrato tiveram se sentiam menos satisfeitos, como se ainda estivessem com fome´, conta a pesquisadora Daniela, Jakubowicz. Insatisfeitos, esse pessoal aproveitava para assaltar a geladeira e comer guloseimas fora de hora. Já os outros saciavam a vontade de doce e não burlavam a dieta – e o melhor horário para exagerar nas gordices é mesmo de manhã, quando o metabolismo trabalha mais rápido.

    Boa notícia, né? Divirta-se. 

• Menu


publicidade