Natal(RN), Sábado, 23 de Julho de 2016

    julho23

    Deputados gastam mais de R$ 95 milhões com verba de gabinete

    Às vésperas das eleições que ocorrem em outubro, gastos com divulgação da atividade parlamentar, passagens aéreas e combustíveis para visitar bases eleitorais dispararam e já somam R$ 95,2 milhões somente no primeiro semestre. O ranking é liderado pelo deputado federal Hiran Gonçalves, do PR de Roraima. O gabinete dele teve um gasto de R$ 300 mil.

    De acordo com a reportagem da CBN, na prestação de contas divulgada no portal da Câmara, consta de que em apenas um dia o parlamentar emitiu 20 passagens, todas no trecho Brasília - Boa Vista.

    Mas, quem ocupa a primeira posição no ranking de gastos com passagens aéreas no primeiro semestre é o deputado Paulinho da Força, do Solidariedade. Foram mais de 200 voos que custaram R$ 110 mil.

    A proximidade das eleições municipais também impulsionou os gastos com Divulgação da Atividade Parlamentar. Entre os itens pesquisados, foi o que mais pesou aos cofres da Câmara: R$ 21,5 milhões. 

    publicidade
    ide

    julho23

    Após agressão, Cláudia Rodrigues é flagrada em cadeira de rodas

    A atriz Cláudia Rodrigues foi fotografada ontem, no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, embarcando em uma cadeira de rodas e com o pé direito enfaixado.

    Segundo assessoria, ela e a empresária foram assaltadas em Curitiba por dois homens armados e agredida pelos bandidos, que quebraram seu tornozelo durante o roubo. Claudia vai ter que ficar dois meses sem colocar o pé no chão.

    Cláudia planejava lançar um programa no canal de vídeos chamado ´Cara a Cara com Claudia´, porém, por causa das fraturas, ela alterou os planos. Os médicos recomendaram que a atriz ficasse sem andar, segundo a coluna F5.

    A atriz que vem lutando contra a esclerose múltipla, passou por um transplante de células-tronco e estava se locomovendo com a ajuda de um andador. 

    publicidade
    DNA Center

    julho23

    Famílias sofrem com falta de leite para crianças alérgicas em Natal

    A entrega de leite especial para crianças com alergia à proteína do leite de vaca, distribuído pela Prefeitura de Natal, foi reduzida há pelo menos um mês. A lata do produto, que chega a custar R$ 200, está em falta na Secretaria Municipal de Saúde e preocupa pais que não têm condições de arcar com a despesa. Segundo a assessoria de imprensa da SMS, a licitação para compra de leite já foi iniciada.

    A assistente social Luana Gomes Bezerra tomou um susto quando foi pegar as 15 latas de leite a que a filha Maria Antônia, de 5 meses, tem direito. ´Só me entregaram quatro latas. A justificativa é que o leite está acabando e que eles reduziram a quantidade para cada família para poder atender a todos´, disse. A bebê tem possui a alergia à proteína do leite de vaca, também conhecida como APLV. Segundo ela, desde maio a distiruição do leite está reduzida.

    ´É difícil porque o leite é muito caro, mas a gente está falando do alimento de um filho né? E para isso a gente tira dinheiro de onde não tem, pede ajuda pra família, tem que dar um jeito´, contou.

    O jeito encontrado pela revendedora de comésticos Gracyane Kaline Batista da Silva, de 31 anos, foi fazer uma rifa para conseguir dinheiro para comprar o leito do filho Miguel, de 2 anos. Ele foi diagnosticado com APLV quando tinha um mês de vida.

    Segundo ela, a distribuição está reduzida desde maio e neste mês de julho os atendentes da SMS informaram que em agosto não vai ter leite. A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da assessoria de imprensa, confirmou que o número de latas de leite distruídas por crianças foi reduzido para tender a todos que precisam do produto. A assesoria informou ainda que a licitação para compra do leite já foi inciada, mas não informou o tempo necessário para conclusão do processo. 

    publicidade
    escola_escritorio

    julho23

    1.446 devem fazer o XX Exame de Ordem neste domingo

    A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte recebeu 1.446 inscrições, sendo 1.143 em Natal e mais 303 em Mossoró, para o XX Exame de Ordem Unificado. A prova objetiva (1ª fase) será realizada neste domingo (24) a partir das 13h. Em Natal, o exame será aplicado na Unifacex - Centro Universitário Facex (Rua Orlando Silva, 2896 - Capim Macio). Em Mossoró, será no Colégio Diocesano Santa Luzia (R. Dr. João Marcelino, 511 - Santo Antônio).

    De acordo com o edital, a prova objetiva terá 80 questões e será múltipla escolha. Esta etapa do abrangerá as disciplinas profissionalizantes obrigatórias e integrantes do currículo mínimo do curso de Direito, além de questões sobre Direitos Humanos, Código do Consumidor, Estatuto da Criança e do Adolescente, Direito Ambiental, Direito Internacional, Filosofia do Direito, Estatuto da Advocacia e da OAB, seu Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina da OAB.

    Os gabaritos preliminares da prova objetiva serão divulgados às 22h do dia 24 de julho de 2016, e o resultado preliminar da prova objetiva na data provável de 11 de agosto de 2016.

    Os aprovados na 1ª fase do XX Exame farão a prova da segunda fase no dia 18 de setembro. Já entre os dias 12 e 15 de agosto de 2016 estará aberto o prazo para solicitação do reaproveitamento de fase, conforme procedimentos descritos no edital complementar do certame.

    A aprovação é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado. O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Poderão realizá-lo os estudantes de Direito do último ano do curso de graduação em Direito ou dos dois últimos semestres.

    A Comissão de Exame de Ordem da Seccional Potiguar, presidida pelo advogado Mirocem Júnior, ressalta que é imprescindível a leitura atenta do edital, que informa os documentos necessários para a realização do exame e o que o candidato pode ou não levar para o local da prova. (G1)

    publicidade
    ide

    julho23

    Presidente da França confirma vinda para abertura da Olimpíada

    A embaixada francesa no Brasil confirmou a vinda do presidente francês, François Hollande, na abertura da Olimpíada. A notícia é surpresa, sobretudo após o ataque em Nice e da descoberta de pessoas que estariam supostamente envolvidas na tentativa de realizar um atentado terrorista em terras tupiniquins.

    De acordo com a Folha de S. Paulo, a diplomacia francesa afirmou que o interesse pelo evento, por parte do presidente, segue igual. Eles também afirmaram que o número de atletas do país, de 392 atletas, não será alterado.

    ´Nunca na história dos jogos a delegação olímpica francesa foi tão numerosa´, diz a embaixada do país europeu. 

    publicidade
    Agronorte

    julho23

    Médicos realizam primeiro transplante de mãos no Reino Unido

    Um homem de 57 anos se tornou a primeira pessoa do Reino Unido a receber um duplo transplante de mãos após perder estas extremidades em um acidente de trabalho há três anos, informaram nesta sexta-feira os meios de comunicação britânicos.

    Chris King, da cidade de Doncaster, no norte da Inglaterra, foi operado no hospital Leeds General Infirmary (norte inglês) há poucos dias. O paciente, que no acidente de trabalho perdeu suas mãos com exceção dos polegares, afirmou que já consegue ter algum movimento e qualificou a doação de ´formidável´.

    ´Não poderia pedir nada melhor. É melhor do que ganhar na loteria porque posso sentir tudo outra vez´, declarou King aos veículos de imprensa.

    ´São minhas mãos, realmente minhas mãos. O sangue corre por elas. Meus tendões estão unidos. São meu, contou o paciente, que perdeu estas extremidades em uma máquina de prensagem.O médico Simon Kay, especialista em cirurgia plástica do centro médico de Leeds, foi o responsável por esta operação, a primeira em que duas mãos foram transplantadas a um só paciente. (Terra) 

    publicidade
    ide

    julho23

    Morre cantora Lidoka, do grupo ´As Frenéticas´, no Rio

    Morreu na noite desta sexta-feira (22) Lidoka Matuscelli, conhecida por integrar o grupo As Frenéticas, que fez sucesso anos 1970 e 1980, com sucessos como ´Dancin´ Days´. Aos 66 anos, a cantora faleceu na casa onde morava, na zona sul do Rio de Janeiro.

    Ela lutava contra câncer havia alguns anos e, segundo informações do jornal O Globo, a família informou que ela havia se curado de um melanoma (câncer de pele), mas, em 2015, descobriu um câncer do tipo metástase. A doença acabou chegando ao cérebro.

    No final da noite desta sexta-feira, o filho da cantora, Igor Martuscelli Machado, comunicou o falecimento por meio da página oficial da mãe no Facebook: ´Informo a todos que minha mãe, a eterna Frenética, voou há duas horas. Agora irá curtir as energias do céu! Que sorte tive em poder me despedir, aceitar e entender sua ida. Agradeço muito a todos, vocês ajudaram muito a seu espírito subir com paz. Foi super tranquilo, em paz. Como um passarinho, palavras do enfermeiro que estava acompanhando ela´.

    Dois dias antes, Igor usou as redes sociais para informar que, devido ao delicado estado de saúde da mãe, ela não seria submetida a uma cirurgia no cérebro e passaria a receber cuidados em casa. ´Infelizmente não conseguimos fazer a operação que traria um pós vida mais agradável para mamãe, pois ela não ter condições físicas de aguentar uma cirurgia neurológica´. 

    publicidade
    Assembleia RN

    julho22

    Ataque em Munique é ´prévia´ da Rio2016, dizem grupos pró-EI

    Grupos simpatizantes ao Estado Islâmico (EI, ex-Isis) trocaram mensagens através da rede de conversas Telegram afirmando que o ataque ocorrido em um shopping de Munique, na Alemanha, é uma espécie de ´prévia´ do que está por vir nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

    ´Alertas postados em grupos pró-Isis alertam que esse é um sinal indireto para os próximos ataques na Olimpíada do Rio´ , escreveu em sua conta no Twitter a empresa de cyber inteligência Global Intelligence Insight. Ainda de acordo com a Global, que monitora tanto as redes sociais dos grupos terroristas como o conteúdo existente na chamada ´deep web´, os jihadistas ainda alertam para o Ocidente ´para com os ataques da coalizão ou eles vão atacar diariamente´.

    A referência às Olimpíadas do Rio também tem como base o local onde foi realizado o ataque desta sexta-feira (22). Em 1972, Munique foi palco do maior atentado terrorista da história dos Jogos, quando 11 atletas israelenses foram assassinados na Vila Olímpica. Nesta quinta-feira (21), a empresa alertou que o EI estava incitando seus ´soldados´ a fazerem ataques similares ao ocorrido na cidade naquele ano.

    Para a Rio 2016, no entanto, o terrorismo é uma das principais preocupações. Tanto que ontem (21), a Polícia Federal anunciou que prendeu 10 pessoas por um suposto planejamento de ataque nas Olimpíadas. Ainda nesta sexta, o CEO do Comitê Olímpico Internacional (COI), Christophe Dubi, afirmou que o ´terrorismo, infelizmente, é um fator com que temos que lidar´.(Agência Brasil) 

    julho22

    Cerca de 42 mil alunos retornam às salas segunda-feira na UFRN

    As aulas do segundo semestre da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) tem início na próxima segunda-feira, 25. Ao todo, cerca de 42 mil alunos retornam às salas. Além disso, o Calendário Acadêmico, delimitado pela Resolução 033/2015, do Conselho de Administração, prevê que o dia 25 de julho também marca o início do período para solicitação, no SIGAA, de suspensão de programa para o período letivo 2016.2 e para solicitação de rematrícula dos alunos regulares, no SIGAA, em componentes curriculares para o período letivo 2016.2. 

    julho22

    #EuEmpregadaDoméstica: campanha revela abusos sofridos por domésticas em serviço

    No último dia 19, a professora e rapper Preta-Rara criou a campanha #EuEmpregadaDoméstica, com o objetivo de que as mulheres que trabalham como domésticas pudessem contar relatos de situações humilhantes que passaram em seus serviços.

    A motivação da professora, de 31 anos, surgiu com uma lembrança. ´Eu estava em casa fazendo almoço e me veio assim, como um jato muito forte na memória, essa história e resolvi compartilhar no Facebook´, explica Preta-Rara sobre seu primeiro relato com a hashtag.

    Para ela, o mais importante de expor os relatos é acabar com a naturalização da condição que as domésticas enfrentam. ´Por muito tempo nós fomos e ainda somos invisíveis dentro da sociedade´, diz. É comum que as humilhações e maus tratos às domésticas fiquem dentro de casa. ´Tem várias coisas que a gente naturaliza e acaba achando que é normal, mas não é normal´.

    Dos 19 aos 25 anos, a rapper teve a mesma profissão de sua mãe, avó e tia na cidade de Santos. Ela relembra que, antes de ser doméstica procurou outros empregos mas não conseguia nada. Eu não conseguia arrumar outro emprego, porque aqui na minha cidade, como em todo o Brasil, o racismo ainda é algo que existe. Na época eu não entendia, e ainda entregava meu currículo com foto, mas a boa aparência que eles pedem nunca é negra, e nesse momento eu comecei a entregar sem foto.

    A mãe não queria que Preta-Rara tivesse o mesmo emprego que ela, justamente por causa das humilhações que já havia sofrido, mas a rapper passou por situações parecidas. ´Como empregada doméstica eu tive mais tristeza que alegria. Foram poucos momentos alegres, poucos momentos humanizados. Por mais que as patroas dissessem que eu era parte família, nunca era´, afirma.

    Em apenas dois dias, a campanha se espalhou. A professora já recebeu centenas de relatos e, por isso, no dia 20, criou a página no Facebook Eu Empregada Doméstica, que em menos de um dia já conseguiu mais de oito mil curtidas. ´Eu percebi que o que eu passava dentro das casas das famílias, outras mulheres também passavam´, relatou.

    O sonho de Preta-Rara sempre fora conseguir ingressar na universidade, sonho que, muitas vezes, foi desincentivado por algumas empregadoras. ´Algumas patroas me diziam que estudar não ia alterar minha condição social. Eu lembro que tinha uma que dizia ´sua mãe não era empregada doméstica? Sua avó não era empregada doméstica? Sua tia, suas primas... Então, sua condição é ser empregada doméstica e você tem de ser feliz dentro dessas condições´. Isso ela falou para mim quando eu disse que teria que sair do serviço mais cedo porque tinha conseguido um cursinho pré-vestibular porque eu queria fazer faculdade.´

    A única patroa que incentivou a professora a seguir seus estudos foi Regina, que a emprestou o livro Olga para que a doméstica lesse em sua casa. ´Eu ficava folheando os livros dela. Eu me lembro muito bem que peguei o livro da Olga. Eu comecei a todo dia inventar que tinha que tirar pó da estante e ler um trecho deste livro. E um dia ela me pegou no flagra lendo esse livro e perguntou ´você gosta de ler? Ai que legal. E você tá lendo esse livro aqui?´, e o ofereceu emprestado. Foi ela também que apresentou a Preta-Rara os programas sociais como ProUni e Pronatec.

    Mais velha, a professora conseguiu emprego como operadora de telemarketing, além de diarista, e conseguiu dinheiro para pagar sua faculdade. Em 2009, ela começou a cursar história. Além disso, ela se envolveu com o hip hop e graças ao movimento passou a divulgar as poesias que já escrevia. ´Já tinha um exercício de transformar toda a minha dor em palavra, mas eu deixava guardada. Depois, comecei a expor essas poesias, relatos e escrever rap também´. 

• Menu


publicidade